Increva-se na Newsletter

Acompanhe a Fitflavours

Whey Protein: O Guia Completo

Whey Protein: O Guia Completo

 

O Whey Protein é um suplemento muito usado por pessoas que prezam por um estilo de vida saudável e querem ou precisam suplementar sua alimentação. Ele vem sendo fortemente indicado por nutricionistas para reeducação alimentar e para complementar a dieta de muitos homens e mulheres.

Mas, você sabe de fato o que é o Whey Protein, para que ele serve, quais são os tipos existentes atualmente no mercado, quais os efeitos e benefícios, como tomar? Nesse guia completo sobre Whey Protein que preparamos para você, você vai sanar todas essas dúvidas. Continue lendo para saber tudo o que você precisa.

 

O que é Whey Protein?

É uma proteína de alto valor biológico e de rápida absorção. Proveniente do soro do leite e da caseína, contém diversos aminoácidos essenciais, em especial os de cadeia ramificada (BCAA), e não essenciais, que contribuem para a reconstrução muscular e oferecem diversos benefícios à saúde.

A caseína é a principal proteína do leite, representando aproximadamente 80% da proteína total. Assim como o soro, a caseína tem um alto valor biológico, o que significa que tem todos os aminoácidos essenciais necessários para os processos que necessitam de proteína.

O Whey Protein também auxilia na manutenção da função imune, já que contêm imunoglobulinas e lactoferrinas.

 

Como é fabricado o Whey Protein?

No processo de fabricação do queijo, o leite fresco é coalhado, coagulado e dessorado. A massa é separada do soro, que é a matéria prima do Whey Protein.

O soro do leite é então pasteurizado e filtrado. Na filtragem se separa o líquido do whey puro da gordura e do carboidrato, resultando em um produto de altíssimo valor biológico e riquíssimo em proteína.

Por último, o líquido do whey puro passa por uma secadora que separa e evapora o líquido, restando apenas o Whey Protein em pó.

Posteriormente, este pó passa por um controle de qualidade e é separado nas quantidades de proteína que será inserida nas embalagens. Então, são adicionados os sabores e embalados.

Para se fabricar 1kg de Whey Protein puro, são necessários 229 litros de soro do leite.

 

Quais são os tipos de Whey Protein existentes no mercado?

Existem atualmente disponíveis no mercado três versões mais comuns de Whey Protein: a concentrada, a isolada e a hidrolisada.

Whey Protein Concentrado (WPC)

Na fabricação do WPC não é feita a filtragem da gordura e do carboidrato. Portanto, apresenta de 30 a 90% de proteínas em sua composição e o restante se subdivide em carboidratos e gorduras.

Pode ser consumido em qualquer hora do dia: no pós-treino, antes das refeições ou ao acordar.  Por ser uma proteína integral, sua digestão é mais lenta e algumas pessoas podem ter dificuldade de digerir este tipo de Whey. Além disso, este tipo não é recomendado para intolerantes à lactose.

Uma vantagem do WPC é o preço, que, normalmente, é mais baixo que os outros tipos.

Whey Protein Isolado (WPI)

É considerado por muitos atletas o melhor tipo de Whey Protein, pois possuí a maior concentração de proteína.

Em sua fabricação são retirados os carboidratos e as gorduras mantendo as vitaminas, minerais, aminoácidos e BCAA. Porém, pode haver adição de flavorizantes e adoçantes, acrescentando, assim, carboidratos à sua composição.

O ideal é consumir o WPI logo após os treinos de média e alta intensidade, ajudando assim a manter a massa magra.

Sua desvantagem, diferente do WPC, é o preço, que é o mais caro de todos.

Whey Protein Hidrolisado (WPH)

No processo de fabricação do WPH, além de passar pela filtragem, o Whey Protein passa pelo processo de hidrólise, que resulta em aminoácidos livres. Portanto, é de rápida e fácil absorção e digestão.

A melhor opção é consumi-lo no pré-treino imediato e no pós treino para facilitar a absorção de proteínas.

Seu preço é semelhante ao do WPI e não possuí contraindicações.

 

Whey Protein engorda ou emagrece?

Por se tratar de uma proteína de alta qualidade, tanto pode engordar, como te ajudar a emagrecer. O resultado vai depender da maneira que irá ingerir o suplemento.

Quando associado a uma dieta devidamente adequada em nutrientes, respeitando as necessidades individuais, o Whey Protein promove a manutenção ou aumento da massa muscular, auxiliando na redução de gordura corporal. Contudo, quando consumido em excesso e sem o ajuste das refeições, pode facilitar o acúmulo de gordura.

Portanto, é importante que você saiba como e quanto tomar desse suplemento a fim de atingir seus objetivos com sucesso.

 

Prós e Contras do Whey Protein

O Whey Protein oferece diversos benefícios ao seu corpo, que vão além do benefício mais conhecido: ganhar massa muscular. Confira:

  • Controla o peso;
  • Fortalece a imunidade do organismo;
  • Colabora com a saúde óssea;
  • Melhora a qualidade de vida dos diabéticos;
  • Nutre gestantes e, até mesmo, lactantes;
  • Retarda o envelhecimento;
  • Melhora o processo de cicatrização;
  • Auxilia na reconstrução do tecido muscular e consequentemente no ganho de músculos;
  • Sacia a fome rapidamente;
  • Possui alta concentração de BCAA;
  • Contribui para a redução dos sintomas de overtraining.

Já o fator negativo do Whey Protein é que se trata de um produto industrializado. Assim como qualquer produto industrializado, o suplemento possui corantes e conservantes, que pode fazer com que seu corpo fique um pouco inchado. Uma solução é ingerir bastante água, sucos detox e chás, assim será possível eliminar as toxinas do seu organismo, incluindo os conservantes e corantes.

 

Como Tomar

A forma mais recomendada é diluir o Whey Protein em água. Porém, a principal dúvida é o quanto ingerir e quando.

Se seu objetivo é ganhar massa muscular e perder gordura, você precisa consumir uma determinada quantidade de proteínas durante o dia para suprir a sua necessidade proteica diária.

O Whey Protein não precisa ser ingerido imediatamente após o treino. O importante é conciliar o consumo do suplementos com o de proteínas sólidas, como ovos e frango, durante todo o seu dia.

Você pode, por exemplo, consumir em seu café da manhã, caso este não contenha muita proteína. Ou num pequeno lanche pré-treino batido com uma banana. Até mesmo na ceia antes de dormir.

 

Se você ainda não usa Whey Protein, recomendamos que procure seu nutricionista para que este indique a você uma alimentação balanceada e saudável e os suplementos adequados para sua dieta. Além disso, pratique atividades físicas com frequência e durma, em média, oito horas por dia.

 

Ainda tem alguma dúvida? Deixe sua pergunta aqui nos comentários que iremos te ajudar.

 

Responder

Deixe seu comentário

×